Aprovada pelo Congresso Nacional, a Medida Provisória 1085/2021, que desburocratiza o registro de imóveis, foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Com isso, a matéria, convertida na Lei 14.382/2022, deve agilizar a compra e o registro de casas e apartamentos.

Na avaliação do advogado Igor José Ogar, a norma se notabiliza por aumentar a segurança jurídica, simplificar processos, melhorar a experiência do consumidor e elevar a eficiência das empresas que atuam no setor.

Agora, o comprador só precisa de uma certidão para adquirir de forma segura o imóvel, em vez de 14, como era antes”, destaca o especialista. “Apenas a certidão de matrícula do imóvel precisa ser solicitada no cartório”, acrescenta.

Além disso, José Ogar, que também é técnico em transações imobiliárias e empresário do ramo imobiliário, salienta que as operações, que antes levavam de 15 a 30 dias, podem ser concluídas instantaneamente com base na nova legislação.
O texto também possibilita que o processo de compra e venda de um imóvel seja efetuado integralmente pela internet, o que agiliza sobremaneira a tramitação, aponta o advogado.

A legislação também passa a valorizar a boa-fé do comprador. Caiu a prova diabólica (requisito que aumentava o número de certidões necessárias) e agora é possível registrar a escritura no mesmo dia”, pontua.

Segundo José Ogar, a mudança na legislação faz com que a checagem da matrícula do imóvel seja o suficiente, eliminando a necessidade de reunir documentos sobre o atual e os ex-proprietários do imóvel.

Leva tempo para que as mudanças sejam postas em prática. Desse modo, é possível que outras certidões continuem sendo solicitadas num primeiro momento. Contudo, não há dúvida de que procedimento ficará mais rápido”, avalia.

Ademais, o especialista ressalta que a norma recém-sancionada provê mais segurança para quem compra imóvel na planta. “De acordo com a lei, a incorporadora pode ser destituída em caso de paralisação da obra mesmo que não haja processo na Justiça”, frisa.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui