Os policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) prenderam um homem, de 70 anos, que agrediu a esposa e tentou tirar a própria vida nesta quarta-feira (20/05). Houve cerca de cinco horas de negociação, e posteriormente uma equipe de Comandos e Operações Especiais (COE) fez o adentramento tático na casa onde o suspeito estava, no bairro Bacacheri. O homem foi encaminhado ao Hospital Cajuru e a mulher à Casa da Mulher Brasileira.

 

De acordo com o integrante do BOPE, capitão Rodolfo Kredens Silva, os policiais militares foram acionados após o homem, que possui tornozeleira eletrônica, invadir a casa e agredir a mulher, de 44 anos. Ela conseguiu sair da residência para pedir ajuda, mas o homem permaneceu no local com lâminas, ameaçando tirar a própria vida.

 

A Equipe de Negociação, o COE e a Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE) foram até o endereço, fizeram o isolamento da área e iniciaram as negociações. “Oferecemos várias alternativas para que ele se entregasse, procuramos atender alguns pedidos do causador do evento crítico, inclusive chamamos um advogado e uma equipe do Siate, mas ele se recusava a se entregar”, explicou o capitão.

 

Depois de esgotadas todas as possibilidades de rendição, as equipes do COE aproveitaram um momento de distração do homem e fizeram o adentramento tático na residência, sendo usados equipamentos não letais para a contenção dele. De acordo com as informações do Boletim de Ocorrência, o causador do evento crítico tentou se automutilar e fez um corte na região do pescoço, sendo rapidamente atendido pelo Siate, que o encaminhou para o Hospital Cajuru.

 

“Buscamos sempre preservar a vida, e neste caso a intervenção tática só ocorreu quando a negociação já não surtia mais efeito. Nosso objetivo é sempre salvar vidas e aplicar a lei”, detalhou o capitão Kredens.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui