(Foto: PMPR/Divulgação)

A Ilha do Mel é um dos maiores e mais frequentados pontos turísticos do Litoral. As praias de areia branca, cercada de águas cristalinas, montes e construções históricas são o destino de centenas de turistas de outros estados, que querem comprovar a beleza da ilha mais famosa do Paraná. Para preservar a tranquilidade e proteger as áreas de proteção ambiental, a Polícia Militar possui duas bases no local aplicando policiamento preventivo 24 horas por dia, uma do 9º Batalhão da PM e outra do Batalhão de Polícia Ambiental-Força Verde (BPAmb-FV). O trabalho feito desde o início da temporada pelo Verão Consciente 2020/2021 chamou a atenção das pessoas, que aprovam a atuação da Corporação.

A integração dos policiais militares com a comunidade local é tão natural que as pessoas tratam os policiais como amigos. Durante um patrulhamento a pé com o sargento Cláudio Aparecido de Paula, do Batalhão de Polícia Ambiental-Força Verde (BPAmb-FV), o cabo Anderson Gonçalves Amorim do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), o cabo Herlon Cesar Siqueira do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), e os soldados Debora Dyana Montagnoli do BPEC e Luciano dos Santos Almeida do 9º Batalhão, comerciantes, moradores e crianças cumprimentavam, interagiam e conversavam sobre o movimento na Ilha, que, por conta da pandemia, teve uma redução em comparação com a temporada anterior.

Fernando Boscardin criou os filhos, e, agora, os netos. Ele tem grande proximidade com os policiais militares e elogiou o trabalho preventivo. “A segurança aqui é ótima, tanto que durmo de janela aberta e me sinto muito seguro. Parabéns ao trabalho dos policiais, pois sem a presença deles ficaria muito difícil”, disse.

Em outros tempos, quando o policiamento era menor, o medo era por conta do tráfico de drogas. Ele conta que construiu um banquinho de madeira próximo ao mar para uma vizinha dele, para poder admirar de perto as ondas. Com o tempo o local acabou se tornando um ponto de uso de drogas. “Com a intensificação da PM isso acabou e a Ilha está muito melhor e mais tranquila do que antes”, afirmou.

Outra moradora que gosta da atuação preventiva da PM é Esdras Sol, natural de Curitiba. Ela tem uma casa na Ilha e percebe a presença constante dos policiais. “A segurança aqui é muito boa, tanto que quando chegamos no desembarque vimos muitos policiais, muita segurança mesmo. Ficamos impressionados”, disse.

O Batalhão de Patrulha Escolar tem integrantes atuando em vários pontos do Litoral pelo Verão Consciente. O cabo Herlon e seu parceiro de equipe atuam na Ilha desde o início da temporada e destaca que o trabalho em conjunto com os colegas de outras unidades fortalece a segurança na região. “Para nós é uma experiência nova, além do policiamento ostensivo geral, atuar junto com os policiais da Polícia Ambiental e do 9º Batalhão. Para nós é uma dinâmica diferente e é uma honra estar prestar esse apoio aqui no local da ilha”, afirmou.

O sargento Cláudio, que trabalha no Destacamento da Polícia Ambiental de Nova Brasília, destacou que todas as ações preventivas foram ampliadas, principalmente o patrulhamento a pé e a entrega de pulseirinhas de identificação. Ele também mencionou a boa receptividade da população e dos turistas com relação aos policiais. “Nós somos bem-vindos na Ilha do Mel e temos contato com os moradores. Há vários anos estamos atuando aqui e somos bem receptivos com os nativos, filhos e todos os familiares”, afirmou.

O 9º Batalhão possui uma base na região de Encantadas e faz o policiamento em toda a Ilha, contando com o apoio do Batalhão Ambiental. “A equipe vem desempenhando um trabalho preventivo desde o desembarque dos turistas aqui no trapiche de Encantadas, onde passamos todas as orientações com respeito ao uso de máscara e do álcool em gel e também a questão das pulseirinhas das crianças, sem falar que reforçamos a importância do cumprimento das medidas sanitárias do decreto estadual”, disse o soldado Amorim.

Nos pontos turísticos da Ilha, a PM também é presente graças ao policiamento comunitário da equipe policial. Rotineiramente os profissionais fazem patrulhamento e entregam pulseirinhas de identificação para as crianças. Esses encontros fazem os policiais militares encontrarem verdadeiros fãs da Corporação, como foi o caso de Alisson Barreto da Silva, de 12 anos.

A mãe do menino, Elisevelin Barreto da Silva, conta que desde que ele concluiu o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) na escola, sempre fala do desejo de ser um policial militar. “Eu vou apoiar, sei que é para o bem dele e que gosta muito”, disse.

O menino garante que sente uma verdadeira paixão pela PM. “Literalmente eu me apaixonei por essa profissão, às vezes minha mãe me pega vendo vídeo de policial. Quando crescer quero ajudar a proteger as pessoas, se alguém tiver em socorro eu vou fazer o máximo para salvar ela, mesmo que custar algo pior para mim, o importante é salvar ela”, afirmou.

COMÉRCIO – Como o policiamento foi planejado, a presença da PM é constante nas trilhas, praias, pontos turísticos e matas. Eles atendem chamados de ocorrências e casos como vias de fato, perturbação do sossego, e até mesmo ocorrências de risco à vida, independente de horário e local. No entanto, nos momentos que não estão atendendo ocorrências, tanto os policiais do Batalhão Ambiental quanto do 9º Batalhão ou vindos de outras regiões para atuarem pelo Verão Consciente fazem patrulhamentos nas imediações de residências e, principalmente, de comércios, pois muitas pessoas se reúnem nesses locais, inclusive os mal intencionados.

Graças ao policiamento preventivo feito a pé e de bicicleta, furtos e roubos são incomuns e os empresários e comerciantes têm mais tranquilidade para ousar nos atrativos aos turistas. Alan Marcelo de Almeida Fonseca é gerente de um restaurante e conta que a presença dos policiais militares faz com que todos possam curtir o lazer com mais sossego.

“Eles [policiais] ajudam bastante a gente na verdade, sempre passam para dar um apoio, para nós isso é muito importante, pois a gente se sente bastante seguro. Eles passam bastante por aqui, quando aumenta bastante o fluxo de pessoas na ilha eles passam em todos os comércios perguntando como está tudo, o que precisamos. Se chamamos é bem rápido o atendimento”, descreveu.

Quem escolhe a Ilha do Mel para ganhar um dinheiro extra também não tem o que reclamar da segurança. Wallace Bronx, que é natural de Brasília e estava com sua banda divertindo clientes de um restaurante em Encantadas, agradeceu o profissionalismo dos policiais militares. “O pessoal aqui é muito sereno, os policiais são muito firmeza, não tem o que falar. Estou tocando aqui faz três semanas e tudo está muito tranquilo. Mais do que a gente merece”, falou.

FISCALIZAÇÃO – Este Verão Consciente tem sido atípico pela pandemia do coronavírus. Sendo assim, os policiais militares passaram a fiscalizar o cumprimento das medidas sanitárias como uso de máscara, distanciamento social e não aglomeração de pessoas, em cumprimento ao decreto governamental, também na Ilha do Mel. A limitação de horário do funcionamento de estabelecimentos comerciais também está sendo fiscalizado pela PM.

BOMBEIROS – O trabalho preventivo para evitar afogamentos no mar também é feito pelos guarda-vidas nas praias da Ilha do Mel. Assim como no continente, foram instalados postos com profissionais e equipamentos necessários para salvamento, busca e resgate. Também foram entregues as pulseirinhas de identificação para as crianças, a fim de facilitar a localização caso se perdessem dos pais ou responsáveis.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui