(Foto: COPE/PCPR)

Policiais Civis do COPE apreenderam nesta segunda-feira (6) mais de 200 mil comprimidos de ecstasy e fechou uma fábrica da droga sintética em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

O COPE investigou a quadrilha por mais de três meses. Em janeiro, um rapaz com um Jeep Renegade comprou 25 mil comprimidos de ecstasy e levou a droga até Balneário Camboriú. Os policiais do COPE informaram a polícia em Santa Catarina que prendeu o traficante.

Os policiais civis decidiram não prender o líder da quadrilha naquele momento, para seguir o trabalho de investigação. Nesta segunda-feira a polícia deu o bote, prendeu três, inclusive o líder da quadrilha que estava em Piraquara e fechou a fábrica de ecstasy em São José dos Pinhais.

(Foto: COPE/PCPR)

Na fábrica de droga os policiais encontraram a matéria prima para a fabricação do ecstasy, prensas, tintas especiais que dão a cor para a droga. O material estava todo armazenado em condições insalubres.

A droga apreendida poderia render nas festas mais de 10 milhões de reais. O trio e todo material apreendido foram encaminhados para a sede do COPE em Curitiba.

Esta foi a maior apreensão de droga sintética na história em todo o Brasil.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui