(Foto: A.V/Colaboração)

Uma tragédia foi registrada no fim da noite desta quarta-feira (4), em um condomínio fechado localizado na Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes bairro Atuba em Curitiba.

A policial civil Maritza Guimarães de Souza, 41 anos e sua filha Ana Carolina de Souza, 16 anos, foram assassinadas a tiros pelo marido o delegado Erik Wermelinger Busetti, 45 anos.

A situação iniciou durante a tarde quando o casal teria discutido durante a tarde porém tudo teria ficado mais calmo.

Já no final da noite, o delegado apareceu transtornado com a filha pequena no colo na casa de um vizinho do condomínio, dizendo que teria feito besteira e queria cometer suicídio. Os vizinhos conseguiram acalmar a criança e o delegado até a chegada da polícia.

Várias equipes da Polícia Civil estiveram no local e detiveram o delegado que foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia.

(Foto: T.M/Colaboração)

Maritza e sua filha morreram abraçadas em um canto encolhido da casa, provavelmente tentando se proteger dos disparos.

A filha pequena do delegado foi encaminhada pelo Conselho Tutelar.

Maritza era escrivã da Polícia Civil. Já o delegado Erik passou pelas delegacias de Dois Vizinhos e Fazenda Rio Grande. Atualmente ele está trabalhando na Delegacia do Adolescente.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui