O DETRAN/MS foi condenado na justiça a pagar uma indenização de R$ 8 mil ao proprietário de uma caminhonete apreendida indevidamente. Cabe recurso da decisão.
Segundo consta no processo, o proprietário adquiriu uma caminhonete Hilux no ano de 2016, que havia sido objeto de furto, mas que teve tua documentação regularizada por meio de vistoria junto ao DETRAN/MS.

Ao comprar uma casa e dar sua caminhonete como parte do pagamento, foi ao DETRAN novamente, e foi informado que havia suspeita de adulteração no chassi e motor, sendo reprovado na vistoria e apreendido.

Para realizar o negócio, o proprietário da caminhonete teve que emprestar dinheiro de terceiros. Assim, entrou com uma ação pedindo indenização pelos prejuízos sofridos.
A Juíza do 6.º Juizado da Fazenda Pública de Campo Grande entendeu que o dano estava comprovado pela suspeita de adulteração de motor quando o mesmo já havia sido vistoriado pelo próprio DETRAN. Assim, foi condenado ao pagamento de indenização no valor de R$ 8 mil.

Com informações de Walber Pydd, advogado da CWB Multas. Saiba mais clicando aqui.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui