Foto: PF/MT

Um dos estelionatários alvos da operação “Et Caterva”, que está sendo realizada em 12 estados do Brasil, está internado com Covid-19 em Goiânia. A operação é contra uma organização criminosa especializada em aplicar fraudes no auxílio emergencial e em precatórios judiciais.

A Polícia Federal cumpriu 12 mandados de prisão, 77 mandados de busca e apreensão e sequestro de bens e, ainda, 9 medidas de suspensão do exercício da função pública. Uma mala com grande quantidade em dinheiro também foi apreendida. O valor total não foi divulgado até o momento.

Um dos principais alvos da Operação está internado com Covid-19 em um hospital de Goiânia. A mulher dele, que também é investigada, está internada em uma UTI. O homem estava com 5 mil reais em dinheiro escondido no leito da enfermaria onde ele está internado.

O nome da Operação, “Et Caterva”, vem de expressão em latim, utilizada de forma pejorativa, que denota a ideia de um grupo de comparsas, já que a investigação identificou um grupo de comparsas que se juntaram para cometer delitos, grupo o qual foi desarticulado hoje.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui