(Foto: Reprodução/Facebook)

Um fake news que surgiu em 2012, reapareceu em 2016 e outros anos, voltou com força no fim do mês maio no Facebook. O boato que já enganou no passado muita gente tem sido espalhado pelos feeds de notícias, alcançando um grande número de pessoas.

A mensagem que surgiu desta vez é essa:

“NÃO AUTORIZO
LEMBRE-SE, AMANHÃ COMEÇA A NOVA REGRA DO FACEBOOK QUE PERMITE USAR SUAS FOTOS!!!!!!!LEMBRE-SE QUE O PRAZO É HOJE!!!!! PODE SER USADO EM JULGAMENTOS CONTRA VOCE. TUDO QUE VC PUBLICOU PODE SER PUBLICADO A PARTIR DE HOJE,E ATÉ MSGS REMOVIDAS.NÃO CUSTA NADA ALÉM DE UM SIMPLES COPIAR/COLAR, MELHOR TER CERTEZA DO QUE SER VIOLADO. NÃO DOU PERMISSÃO PARA O FACEBOOK NEM A NENHUMA ORGANIZAÇÃO ASSOCIADA AO FACEBOOK PARA USAR MINHAS IMAGENS, INFORMAÇÕES, MENSAGENS REMOVIDAS, ARQUIVOS , ETC. NÃO QUERO QUE USEM MEU FACEBOOK!!!!!
DE UM OK NA MENSAGEM SE VC LEU.”

Esse boato tem feito muita gente acreditar e divulgar. Porém, nos próprios termos de uso do Facebook já sugerem que você tem as suas informações protegidas de uso por parte da rede social. O único responsável por filtrar quem verá o que você posta é você, através do controle de privacidade e aplicativos. Ali você pode escolher quem pode visualizar o que você posta. De restante, todas as outras informações do boato não fazem sentido algum, não há nova regra de uso de suas fotos no Facebook.

Lembre-se de usar o Facebook com responsabilidade, pois se você publica algo em modo público, qualquer pessoa pode ver. Se você utilizar a rede social para praticar crimes contra a honra, como calúnia, difamação ou injúria, previstos nos artigos 138, 139 e 140 do Código Penal, e a pessoa exposta se sentir lesada por isso e quiser representar contra você, com certeza irá responder pelos crimes praticados.

Nota do Facebook:

“A segurança e privacidade das pessoas são as nossas maiores responsabilidades e estão no centro de tudo que fazemos no Facebook. Temos políticas de dados e privacidade claras que dizem que tudo o que uma pessoa publica no Facebook é de propriedade dela e só ela é quem pode determinar os níveis de privacidade de suas publicações e informações na plataforma.”

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui