(Foto: Instagram/Reprodução)

A família de Amanda de Andrade Maturana, 22 anos, que morreu em um acidente na última sexta-feira (6), divulgou uma carta nas últimas horas relatando sobre tudo que a família está passando.

“Boa noite! Sobre a morte trágica da Amanda de Andrade Maturana. Sou a tia da Amanda, meu nome é Rosemeyre e confesso que estamos destroçados e que sua morte foi em consequência de suas escolhas, ingenuidade talvez quanto ao perigo e risco de vida quando buscamos adrenalina para nos dar prazer, quando a tantas formas de prazeres saudáveis na vida.

A mãe dela luta há dois anos contra um câncer e ainda debilitada e acamada, procurava sempre chamar atenção da filha, ligava para saber onde ela estava, sempre preocupada, sempre em oração, isto incluía o pai, as irmãs, sempre preocupados.

Peço a Deus que toque no coração dos jovens para que procurem preservar a vida, pois são egoístas quando pensam que a vida é só deles. A vida de cada um é a extensão da família. Suas escolhas podem gerar muita dor e sofrimento.

Amanda era muito especial para nós, tinha talentos imensuráveis, era muito meiga e carinhosa com todos. Que Deus nos ajude a superar esta perda. A missa de sétimo dia dela será no dia 11/11/2020 – quarta-feira na Capela Santa Isabel, Zona Leste de Londrina as 19h30″.

Amanda fez sucesso nas rede sociais após criar seu canal, Amanda da 160, e divulgar vídeos em sua moto, uma Honda CG 160. Nos últimos dias, Amanda trocou de moto e comprou uma Yamaha XJ6 de 600 cilindradas. O canal cresceu rapidamente com seus vídeos falando sobre as motos e alguns vídeos descontraídos.

Amanda morreu em um um grave acidente na Rua Iugoslávia esquina com Rua União Soviética, na zona sul de Londrina. De acordo com informações repassadas pela polícia, momentos antes do acidente ela havia empreendido fuga de uma equipe da Polícia Militar.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui