Foto: PMPR

Na última sexta-feira (26) uma empresa precisou ser evacuada em Londrina, no norte do Paraná, depois de uma ameaça de bomba.

Segundo informações da Polícia Militar, a tal bomba era um artefato falso e foi instalado por um funcionário da empresa que queria passar um trote. O funcionário foi preso.

O artefato foi encontrado em um banheiro da empresa e junto havia um bilhete escrito “A vingança chega, que morra todos”. A polícia foi acionada e isolou o local. O Esquadrão Antibombas de Curitiba também foi acionado.

Durante as investigações a polícia conseguiu descobrir que alguns dias antes um funcionário disse em um grupo da empresa que colocaria uma bomba no local. O funcionário em questão chegou mais cedo ao trabalho no dia e fotografou o artefato.

“Ele tentou manipular a polícia, a imprensa e os colegas de trabalho. Diante de tantas evidências e provas, esse homem acabou admitindo que tinha participado dessa falsa comunicação de crime” disse o tenente Emerson Castro da PM.

O funcionário admitiu que havia feito aquilo e recebeu voz de prisão. Ele foi encaminhado para a delegacia.

A Polícia Civil investiga o caso.

 

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui