A Polícia Civil do Paraná (PCPR) realizou, nos dias 27 e 28 de agosto, um exercício de inserção e extração de equipe tática no Penitenciária Federal de Catanduvas. O treinamento é para casos de conflitos dentro do presídio. A instrução aconteceu em continuidade ao plano de defesa desenvolvido pela Polícia Federal (PF), em conjunto com suas equipes táticas.

A atividade foi realizada com a equipe de operações aéreas e helicóptero do Grupamento de Operações Aéreas (GOA) da PCPR. Durante a instrução foram realizadas diversas simulações de todas as hipóteses e maneiras de atuação ao gerenciar uma possível situação de crise dentro da penitenciária.

O objetivo do exercício é padronizar as técnicas e táticas policiais, para que as duas equipes operacionais (PCPR e PF) possam atuar de forma conjunta em eventual crise instalada.

Os grupos táticos da PCPR e da PF foram colocados em todos os pontos estratégicos do presídio para treinar inserção e extração de policiais em diferentes ocasiões. Tudo isso, com tempo hábil para controlar rebeliões e fazer a retomada do local.

Treinamentos como esse são de extrema importância para integração entre as polícias e a troca de conhecimentos táticos, além do preparo das equipes para situações de crise.

1 comentário

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui