Em dois meses e meio, aproximadamente 160 facas, facões, canivetes, pequenas armas brancas e objetos pontiagudos foram encontrados nas abordagens feitas pelo Grupo de Pronto Emprego Operacional (GPEO) da Guarda Municipal no Centro da cidade. Esse material será encaminhado para destruição.

No mesmo período 16 pessoas com mandado de prisão em aberto foram localizadas, também durante as abordagens do GPEO, e encaminhadas à delegacia de polícia.

“É uma estratégia tentar se esconder das autoridades policiais em meio à população de rua, trazendo riscos para essas pessoas”, diz o coordenador do GPEO, supervisor Antônio Flausino.

Equipe específica criada para ter maior presença e apoio em ruas e praças da região central, 24 horas por dia, o GPEO é composto por 100 guardas em patrulhamento preventivo, com apoio de viaturas, da ciclopatrulha e do Grupo Tático de Motos (GTM).

Em 2020, foram cerca de sete mil atendimentos à população, mais de 3,2 mil abordagens a pessoas suspeitas na região central feitas pelo GPEO e mil encaminhados para a autoridade policial, após abordagens e flagrantes em crimes e delitos, com destaque para o trabalho ostensivo desenvolvido na Rua XV de Novembro, no Largo da Ordem e nas praças Osório, 29 de Março e Tiradentes.

Ação integrada

Na tarde desta quarta-feira (17/3), em ação integrada na Praça Rui Barbosa, as equipes da Fundação de Ação Social (FAS) abordaram 16 pessoas que estavam em dois grupos. Apenas três delas aceitaram atendimento e foram levadas para a Central de Encaminhamento Social 24 Horas, onde passam por uma entrevista social e recebem os encaminhamentos necessários, como de acolhimento, saúde, alimentação ou outros que possam precisar.

Doze delas não aceitaram atendimento e foram orientadas sobre os serviços ofertados pelo município e sobre os riscos de permanecerem nas ruas durante a pandemia.

Guardas da regional Matriz, que participaram da ação, viram um grupo de pessoas consumindo bebida alcoólica. De acordo com relato da equipe, próximo a elas estavam 16 invólucros de maconha e outros 19 de crack encontrados dentro de um tênis. Com uma mulher de 34 anos havia outra pequena embalagem com crack. Ela foi conduzida à Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui