PMPR Siate
(Foto: Ilustrativa)

Duas mulheres foram presas suspeitas da morte de um homem, de 49 anos, na Serra, no Espírito Santo. O crime teria acontecido em junho mas as prisões das mulheres ocorreram nos últimos tempos.

Bruna Hoffman, de 26 anos, e a mãe dela, Lucineia, de 50 anos, foram presas e denunciadas pelo Ministério Público e são rés no processo. O homem teria agendado um programa com Bruna, e combinado um valor, mas após o programa houve um desacordo entre eles.

Segundo a investigação, o homem teria pago o valor a mais cobrado pra mulher, mas que depois ele retornou para tirar satisfação com ela. Ele jogou uma pedra na janela e começou a discutir com a mãe de Bruna que estava no local.

No meio da confusão, uma das mulheres teria gritado para a população da região que ele era estuprador e que teria mexido com duas crianças na região. Inflamados com o que ouviram, os moradores seguraram o homem e o espancaram até a morte. As duas mulheres também teriam participado das agressões.

Segundo o delegado que investiga o caso, o homem era trabalhador e inocente, ele não teria praticado nenhum estupro.

Bruna teria deixado claro em depoimento que só falou que ele era estuprador só para que os vizinhos segurassem a vítima.

Este teria sido o segundo caso de pessoa linchada por conta de informação falsa, na Serra. Um idoso foi linchado por conta de uma mentira inventada pela ex de que ele seria estuprador.

 

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui