Foto: Pixabay

Um homem de 32 anos foi preso por espancar até a morte a companheira dentro da residência em que moravam, em Goiás. A mulher de 42 anos ficou desfigurada.

Segundo informações do delegado que investiga o caso, o assassino confessou que deu vários socos na cabeça da companheira porque suspeitava que ela estaria o traindo. A mulher não resistiu aos ferimentos e morreu.

A mulher foi assassinada na última sexta-feira (05). Seis horas depois o homem foi preso na casa de um parente.

O homem já contava com passagem pela polícia por violência doméstica em 2020 contra a companheira. Ele está preso e responderá por feminicídio. Se condenado poderá pegar até 30 anos de prisão.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui