Foto: Divulgação

Um jogador de vôlei italiano, de 42 anos, foi vítima de uma quadrilha que fez com que ele acreditasse que namorava virtualmente a modelo brasileira Alessandra Ambrosio.

Nesta quarta-feira (24) a mídia italiana publicou a história. O homem é jogador de uma equipe da segunda divisão da liga de vôlei da Itália.

Em 2008, uma conhecida dele teria passado o telefone de uma mulher chamada Maya que queria conhecê-lo. Depois de alguns contatos, a mulher afirma que Maya na verdade é um pseudônimo e que ela, na verdade é a modelo Alessandra Ambrosio. Na verdade, era apenas uma mulher fingindo ser a modelo.

“Não, nós nunca nos conhecemos. Ela deu mil desculpas, como doença e trabalho. E ainda assim me apaixonei por aquela voz, uma chamada após a outra. Os contatos eram apenas pelo celular, quase que diariamente”, disse ele, segundo o “Corriere de la Serra”.

O homem contou durante entrevista que ao longo de 10 anos ele transferiu 700 mil euros para a pessoa, o equivalente a mais de 4 milhões de reais.

A golpista inicialmente inventou um problema com caixa eletrônico, depois inventou desculpas como rotina de trabalho e doença cardíaca. Ele chegou a pedir dinheiro a parentes e amigos para mandar para a golpista.

Três pessoas estavam envolvidas na extorsão ao atleta: Manuela, a suposta amiga do jogador, que teria passado o contato de “Maya”, o namorado de Manuela, e uma mulher de 50 anos, que mora em Sardenha e fingia ser a Alessandra Ambrosio durante os telefonemas.

Agora com a história revelada, a polícia deve investigar o caso.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui