Um homem foi preso na madrugada desta terça-feira (12), após chegar com uma menina de 7 anos sem vida ao Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba.

A ocorrência iniciou quando um homem, que era padrasto da criança identificada por Georgia Barbosa das Neves, 7 anos, chegou acompanhado da esposa que é mãe da criança, no Hospital Angelina Caron. Eles chegaram em um veículo de aplicativo pedindo ajuda. Na chegada, uma médica foi atender a criança e percebeu que ela estava nua coberta apenas por uma jaqueta, com diversas lesões pelo corpo e já sem sinais vitais.

A criança ainda apresentava hematomas em todo corpo. Ainda foi possível encontrar lesões recentes e antigas de queimaduras em todo o corpo, indicando possível tortura. A médica também encontrou uma lesão próxima do anus da criança e a parte íntima estava inchada e arroxeada, indicando um possível ato sexual.

A Polícia Militar questionou o padastro que relatou que a criança sofreu uma queda e negou que teria agredido a mesma. Em conversa com a mãe da menina, a mesma confessou que sua filha era agredida constantemente pelo padastro, há muito tempo e que nunca denunciou por medo.

A mulher foi conduzida para a Delegacia para prestar depoimento e o padastro foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e homicídio qualificado.

O corpo da pequena Georgia foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Curitiba.

Nota do Hospital

O Hospital Angelina Caron confirma que a paciente de sete anos deu entrada no hospital ontem (11), às 22h57, já em óbito, com sinais de agressão. Ela foi levada ao hospital pelo padrasto e pela mãe. O hospital acionou a Polícia Civil, procedimento padrão em casos de agressão.

2 comentários

  1. Este apelo é direcionado ao povo Brasileiro:

    Continuo sendo torturado 24 horas todos os dias, pelo casalzinho de vermes psicopatas Ariel”a” Zugman (o travesti nazista) e Ana Chapaval Zugman (Ana”lfabeta”), que começaram a me atacar com um RNM em 2005.

    Desde que sai do refet do Kibbutz Horeshim (Outubro 2013) todas as tentativas que fiz para conseguir trabalho em outros Kibbutzim e empresas foram sabotadas pelo casalzinho de vermes psicopatas, não tenho mais como sobreviver nesta situação, perdi todas as esperanças.

    Enquanto permaneço lutando contra o casalzinho de vermes psicopatas, e tentando salvar vidas como ativista contra armas neurológicas, as autoridades “competentes” ignoram completamente a minha situação.

    Através deste apelo gostaria de pedir ajuda ao povo brasileiro para poder continuar lutando contra os psicopatas que estão me atacando utilizando um RNM, continuar atuando como ativista contra psicopatas que utilizam armas neurológicas e apoiar vitimas desta tecnologia.

    Meus meios de comunicação via internet continuam seguros, porém são manipulados pelas autoridades “competentes”.

    Recomendo divulgar este caso o mais rapido possivel, o casalzinho de vermes psicopatas devem ser apresentados como pedófilos assassinos de crianças.

    O casalzinho de vermes psicopatas pretendem assassinar todos os sintonizados, 800 pessoas em 1 dia.

    Nunca fui reconhecido como vitima de terrorismo e nunca recebi ajuda ou apoio do Governo Israelense, Governo Brasileiro, Nações Unidas, Comunidade Judaica Brasileira etc.

    Grato,

    Gino Barcal

    PS: O verme travesti prostituta de rua Ariel”a” Zugman (Maniaco Psicopata) continua torturando e assediando sexualmente meninos de familias carentes, o verme Ariel”a” Zugman é o maniaco psicopata genocida mais monstruoso, covarde, asqueroso, repugnante e retardado na história do planeta terra.

    O porco maniaco psicopata e verme microscópico Ariel”a” Zugman estuprou, torturou, mutilou e assassinou meninos de familias carentes, e abusou sexualmente dos cadaveres.

    O casalzinho de vermes psicopatas Ariel”a” Zugman e Ana Chapaval Zugman foram banidos das familias Zugman e Chapaval e banidos da Comunidade Judaica; Após serem banidos das familias, o verme psicopata Ariel”a” começou a prostituir-se entre homosexuais, e desde então tornou-se um aberração maricão homosexual (um Gilda No. 2), uniu-se ao iraniano pederasta Mohsen Rabbani e tornou-se um anti-semita.

    O verme travesti Ariel”a” tem o QI inferior ao QI de uma latrina e recebe ajuda somente da esposa Ana”lfabeta” (retardada, estupida e imbecil de nascença), este casalzinho de vermes maniacos psicopatas são viciados em crack, cocaina, cola de sapateiro e são alcoólatras.

    PS: More information can be found in the sites:

    https://www.facebook.com/pages/Neural-Weapons-RNM-Remote-Neural-Monitoring/309180162561405

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui