Sustentabilidade, resgate ao passado, tropicalidade, naturalidade, maximalismo e a união foram as tendências destacadas pela construtora curitibana que fez uma cobertura especial do evento em suas redes sociais

Entre os dias 7 e 12 junho a cidade de Milão, na Itália, respirou design, arquitetura e arte durante o maior e mais importante movimento dedicado ao design no mundo, o Milan Design Week 2022. O encontro reuniu os principais eventos do setor, como o Fuorisalone, que acontece em praticamente toda cidade milanesa, e o Salone del Mobile Milano – que este ano celebrou sua 60ª edição.

Durante a última semana, a comunidade do design no mundo todo esteve voltada para Milão, atenta às novidades e tendências do mercado para os próximos anos. A Bidese, construtora curitibana de alto padrão, realizou o projeto Bidese em Movimento – Feira de Milão 22, uma cobertura presencial com o comunicador Adriano Tadeu Barbosa, referência em temas ligados à arquitetura, design e mercado imobiliário na cidade. Os insights da Semana de Design de Milão foram compartilhados nas redes sociais da construtora e serão tema de um encontro presencial na próxima edição da Casa Cor Paraná. A Bidese irá debater as principais tendências em um bate-papo exclusivo que será realizado na Casa Cor Paraná, no dia 30 de junho, para arquitetos, designers, jornalistas, influenciadores e formadores de opinião.

“Para nós, faz sentido vivenciar a Milan Design Week e trazer um pouco dessa efervescência criativa para Curitiba. Temos um propósito de deixar um legado arquitetônico para a cidade, e, por isso buscamos referências em eventos que são marcados pela criatividade e inovação e colocamos essa inspiração em nossos projetos, como os nossos dois próximos lançamentos (Edifício Zen e o Edifício Lemme), que serão um marco para a capital”, detalha Adriano Bianchi Ribeiro, head de Marketing da Bidese.

Adriano Tadeu Barbosa, que fez a cobertura especial para o projeto Bidese em Movimento – Feira de Milão 22 destaca que a instalação comemorativa dos 60 anos do evento, feita por Mario Cucinella, resume alguns dos movimentos encontrados ao longo do evento. “Ele nos convidou a repensar a relação do design com a natureza, em que precisamos planejar uma economia saudável para o desenvolvimento humano e a preservação do planeta”, detalha Barbosa.

Confira algumas das apostas da Bidese Construtora:

Sustentabilidade

A sustentabilidade e consciência ambiental na produção de móveis estiveram presentes em vários pontos da feira, não apenas na instalação principal de Mario Cucinella, mas também em alguns estandes assinados por Stefano Boeri, que foi o responsável pela edição de 2021.  O Gran Salone segue olhando para o futuro sob esse forte pilar, com a finalidade de ser um catalisador para uma mudança ecológica a partir da produção de mobiliário. Além disso, também busca promover projetos que melhoram a qualidade de vida, dando sentido à inovação sustentável.

Beleza no imperfeito

A beleza da natureza em formas imperfeitas, muitas vezes cruas e porosas, e a diversidade dos materiais orgânicos foram destaque desta edição que teve composições referenciadas pela naturalidade. Tendência que não esteve presente apenas no Gran Salone, mas em marcas no Fuorisalone, como a Boffi, que valorizou o mix de materiais, e a Hermès, que apresentou a reutilização de materiais e trabalhos feitos em bambu.

Passado e futuro

A resignificação do passado guiou algumas das exposições das grandes marcas de luxo como Dior, que apresentou a releitura da cadeira “Miss Dior”, feita pelo arquiteto e designer Philippe Starck, e a Porsche, que abriu mão de mostrar sua tecnologia mais moderna para revisitar e ressignificar um 911 S de 1972, diante da natureza, promovendo uma percepção biofílica em sintonia com as necessidades atuais.

O centenário da Semana de Arte Moderna de 1922 e do modernista Jorge Zalszupin também foram representados. A Etel Design levou à tona um conceito que revisita a história brasileira, com a exposição da amostra “A tale from two continents” (uma história de dois continentes, em tradução livre) em sintonia com as novas peças criadas pelas designers atuais Patricia Urquiola e Cristina Celestino.

Maximalismo

Como consequência da junção de referências do passado e do futuro, o maximalismo ganhou força com as (re)leituras dos anos 70, principalmente. Foi possível observar a presença de cores fortes, bolinhas, estampas, listras e xadrez em marcas como Prada e Seletti. O lúdico também ganhou sua máxima expressão na instalação da Missoni, com estampas bem coloridas.

Tropicalidade

Entre os trópicos, encontramos diferentes formas e cores da natureza, em sua máxima expressão. Vitrines e lançamentos coloridos com mobiliários em formas inusitadas, e até referência ao deserto marcaram presença em alguns espaços. A Louis Vuitton Objets Nomades, por exemplo, levou os Irmãos Campana para edição deste ano com o sofá Bomboca, com curvas e cores fortes e vibrantes, características que também estavam presentes nas criações dos mobiliários da Dolce & Gabbana. A marca italiana Loro Piana trouxe seus lançamentos em uma instalação inspirada no deserto e assinada pelo designer francês Raphael Navot. E a reconhecida internacionalmente pelo requinte de seus móveis e pela maestria no uso das cores, Paola Lenti, dona da marca de mesmo nome, assinou várias instalações pela cidade, sempre coloridas.

União de diferentes marcas

Durante o evento foi possível observar que as parcerias entre as marcas estão ainda mais em evidência, trazendo a mensagem de que juntos o futuro é criado com os mesmos propósitos e cuidados. Junções que mostraram completude como Moncler e Gentle Monster, Person e Dolce & Gabbana, Baccarat e Starck, Dior e Starck, a marca brasileira Ornare, que se apresentou pela primeira vez na Eurocucina convidando a curitibana Michelangelo Mármores do Brasil a estar com ela, destacando a brasilidade ao exterior e se unindo a já reconhecida na Milan Design Week, e Etel Design, que neste ano apresentou mobiliários assinados por Patricia Urquiola e Cristina Celestino.

 Sobre a Bidese

A Bidese atua no segmento de alto padrão, em Curitiba, há 13 anos. Suas obras prezam pela qualidade construtiva, engenharia de ponta, arquitetura contemporânea e design singular. A empresa tem como propósito construir um legado para as pessoas e para a cidade, valorizando o design, a arquitetura e a engenharia.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui