A inspiração vem da exposição “Schwanke, uma Poética Labiríntica”, em cartaz no Olho. Com curadoria de Maria José Justino, a mostra do premiado artista Luiz Henrique Schwanke (1951-1992) exibe 157 obras, sendo boa parte inédita. É uma retrospectiva de seu trabalho, desde a década de 1970 até as últimas produções. - Curitiba, 25/05/2021 - Foto: Alessandro Vieira/AEN

Como opção de entretenimento seguro durante a pandemia, o Museu Oscar Niemeyer (MON) oferece novas atividades artísticas. Nesta quarta-feira, dia 26, a oficina “Composições com Objetos Cotidianos” vai demonstrar como explorar combinações de objetos do dia a dia para criar imagens.

A inspiração vem da exposição “Schwanke, uma Poética Labiríntica”, em cartaz no Olho. Com curadoria de Maria José Justino, a mostra do premiado artista Luiz Henrique Schwanke (1951-1992) exibe 157 obras, sendo boa parte inédita. É uma retrospectiva de seu trabalho, desde a década de 1970 até as últimas produções.

Na quarta-feira seguinte, dia 02 de junho, será a vez da mediação sobre “A Travessia do Desastre”, exposição do artista François Andes, com curadoria de Luiz Gustavo Carvalho, instalada na sala 2 do MON. Com uma pluralidade de obras, promove um intercâmbio cultural entre Brasil e países asiáticos a partir de desenhos, intervenções in situ, esculturas, figurinos e máscaras.

A coleção de obras do artista francês inspira outra atividade artística que estará disponível nas redes sociais do museu em 09 de junho. A oficina “Jogo do Cadáver Esquisito” propõe experimentar o intercâmbio de narrativas, assim como Andes, utilizando colagens e desenhos. Foi baseada em um jogo homônimo inventado na França no século XX.

Para participar das atividades não é necessário ter conhecimento prévio nem se inscrever. Os vídeos serão disponibilizados no Instagram, no Facebook e no canal do MON no YouTube. Nas redes sociais também é possível conferir outras mediações temáticas, lives e exposições virtuais.

SOBRE O MON  O Museu Oscar Niemeyer pertence ao Estado do Paraná. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além da mais significativa coleção asiática da América Latina.

O acervo conta com aproximadamente 7 mil peças, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, sendo 17 mil deles de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina. Os principais patrocinadores da instituição, empresas que acreditam no papel transformador da arte e da cultura, são: Copel, Sanepar, Grupo Volvo América Latina, Vivo e Moinho Anaconda.

Serviço

museuoscarniemeyer.org.br/
Facebook e Instagram: @museuoscarniemeyer
YouTube: bit.ly/MONnoYoutube
Google Arts & Culture: bit.ly/MONGoogleArtsAndCulture

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui