(Foto: Arquivo)

Morreu na noite desta sexta-feira (9), o Deputado Estadual Delegado Rubens Recalcatti na cidade de Curitiba. As primeiras informações dão conta que Recalcatti teria sofrido uma parada cardíaca causada por um infarto fulminante em sua residência.

Rubens Recalcatti nasceu na cidade de Videira em Santa Catarina, em 23 de outubro de 1948. Sempre muito carismático e também ficou conhecido como Delegado Recalcatti.

Delegado de carreira, concursado em 1994, Recalcatti atuou durante 23 anos em diversos municípios do Paraná, como União da Vitória e Araucária, e em várias Delegacias de Curitiba. Entre elas, as de Furtos e Roubos e de Homicídios. Conduziu diversas investigações de grande repercussão na sociedade paranaense, destacando-se como policial de linha de frente e muito ativo nas lides do ofício.

Ingressou na Polícia Civil em 1979, como agente investigador, carreira em que atuou durante 16 anos. Formado em Estudos Sociais pela PUC e em Direito pela UniCuritiba. É coautor do livro “Sequestro – Modus Operandi e Estudos de Casos” (Editora Nova Letra/2004), que assinou com a advogada e escritora Noely Manfredini, falecida em 2012.

Nas eleições de 2014, foi eleito primeiro suplente do PSD, com 40.358 votos. Após a vitória de Chico Brasileiro a prefeito de Foz de Iguaçu, ele assumiu como Deputado Estadual.

Em 2018 ele foi eleito Deputado Estadual com 35.348 votos.

Mais informações em breve.

 

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui