Divulgação/Netflix

Netflix anuncia o fim da trama que no início trouxe o suicídio como debate nas escolas

A polêmica série está de volta! Na 4ª temporada, 13 Reason Why já começa no auge da adrenalina, se mostrando menos emocional e mais psicológica. Esqueça a melódica e, algumas horas, até divertida trama adolescente. Os novos episódios estão mais pesados, com tensão no ar desde as primeiras cenas. (Tem síndrome do pânico ou ansiedade? Aconselho ficar longe desse título.)

Se você não se recorda, 13 Reason Why (ou Os 13 Porquês, em português) é a série aclamada pela crítica por abordar o suicídio de uma forma mais próxima do público. Sucesso de audiência e nas redes sociais, o drama virou referência de debate para estudantes e pais, abordando diversos temas complicados como bullying, violência, abuso sexual, uso de drogas e outros assuntos tabus, mas tão presentes nas vidas dos jovens.

Na 1ª temporada, Hannah Baker – interpretada por Katherine Langford, cativou os telespectadores, mesmo que desde o início já soubessem do desfecho trágico. Romantização essa que também foi duramente criticada por especialistas e psicólogos, que embasados no Efeito Werther, acreditavam que histórias assim também poderiam disparar gatilhos. Não à toa, pois a crença foi comprovada! Pesquisas acadêmicas confirmaram um aumento de 28% na taxa de suicídio entre adolescentes em 2017, período em que a série estreou nos Estados Unidos. Até mesmo no Canadá, associações escolares recomendaram que alunos não acompanhassem o seriado, temendo o pior (posteriormente, em 2019, a cena do suicídio de Hannah foi retirada da plataforma de streaming pelos próprios criadores). Só que não parou por aí!

Depois de uma 2ª temporada morna e uma 3ª temporada que ajustou uma parcela do incômodo que a série gerou (poderia ter terminado nela!), a 4ª temporada se afasta bastante do propósito original. O foco se concentra na sanidade mental do protagonista Clay Jensen (papel de Dylan Minnette) e nas relações de amizade criadas ao longo do tempo de sofrimentos compartilhados. Esvazia-se a empatia, mas o mistério é abraçado. Crises e perda da realidade marcam fortemente esse novo, porém final momento de 13RW.

Sem mais spoilers, a 4ª temporada serve como entretenimento, mais do que uma continuação sensível do legado de Hannah. Para quem curte suspense, tudo bem, vale a pena acompanhar a continuação. Se você esperava algo mais inspirador ou, ao menos, algo semelhante ao início da série, esqueça! Interprete o momento como uma despedida, já que a Netflix anunciou que este é o encerramento da narrativa sobre o que acontece na Liberty High School. É hora de se formar e (ironicamente) se libertar da espiral de confusões e crimes!

Assistiu à 4ª temporada? Comente conosco o que achou!

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui