Um motociclista nasceu novamente após se envolver em um acidente no fim da tarde desta terça-feira (21) no bairro Pilarzinho em Curitiba.

Ele seguia descendo a Rua José Ribeiro de Cristo e acabou batendo na traseira de um carro parado em que o motorista preparava para entrar em sua residência. Após a colisão o motociclista caiu na rua e um veículo Fox que vinha logo atrás não conseguiu parar a tempo e atropelou o motociclista que ficou embaixo do carro.

Moradores da região e várias pessoas pararam para ajudar. Um homem trouxe um macaco e levantou o carro até a chegada do socorro.

Equipes do Corpo de Bombeiros e Siate foram até o local e prestaram atendimento ao motociclista que foi encaminhado para o hospital consciente.

Moradores da região já realizaram vários pedidos de lombada na região, porém até o momento nenhuma medida para reduzir a velocidade na rua naquele trecho, foi tomada pela prefeitura.

Em resposta do último pedido feito em 2019 para uma lombada no exato local onde aconteceu o acidente a resposta da equipe de engenharia da Setran foi a seguinte:

Informamos que não foi encontrado no local ponto de atração para travessia de pedestres que possa ser beneficiado com a implantação de lombada, sendo que já existe uma lombada implantada a 160m, onde há pontos de ônibus e comércio. As lombadas são soluções pontuais que podem auxiliar em trechos onde exista travessia, mas não resolvem a segurança para os pedestres que circulam ao longo da via, para estes pedestres a segurança só pode ser alcançada se eles encontrarem espaço livre para circular sobre as calçadas em toda a extensão, sem a necessidade de desviar para pista de rolamento. Por isso é imprescindível a colaboração dos moradores, executando o passeio acessível nas calçadas em frente ao seu imóvel (sem degraus e muretas construídos transversais a calçada) e mantendo as calçadas livres de quaisquer obstáculos, tais como carros estacionados, depósito de material de construção, etc. Conforme legislação municipal a execução de passeio e manutenção de toda a área de calçada em frente de cada lote compete ao proprietário do mesmo, devendo ser executada sempre que a via for pavimentada. A via encontra-se sinalizada.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui