(Foto: Edson Vidal/Band TV)

O motorista de aplicativo Thiago Henrique Guimarães Leck, 29 anos, morreu neste domingo (19), após 15 dias internado no Hospital do Trabalhador.

O rapaz que foi baleado e chegou dirigindo até o Hospital do Trabalhador na noite de sábado (4), relatou após dar entrada que tinha sido baleado durante um assalto.

Thiago foi baleado próximo da Favela do Papelão no bairro Capão Raso em Curitiba. Após os disparos, uma câmera registrou o veículo passando e um disparo ainda atingindo o asfalto. Em seguida um rapaz corre a pé e outro passa em uma bicicleta.

Thiago foi atingido por dois disparos, um no rosto e outro nas costas. Ao todo, sete disparos atingiram o veículo.

O suspeito de ser o autor deste crime foi preso dois dias após ter baleado Thiago. Agora ele deve responder por mais este homicídio, já que no dia seguinte, o suspeito ainda teria assassinado um outro rapaz no bairro Capão Raso.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui