Reprodução/Youtube

Um homem de 26 anos passou por uma situação constrangedora na cidade de São Paulo, na última semana, após ter uma viagem recusada por um motorista de aplicativo. O motivo da recusa? Um cão-guia. Câmeras de segurança flagraram todo o ocorrido.

O passageiro esperava o motorista chegar, ao seu lado estava o cachorro. O motorista se aproxima e o passageiro tenta embarcar, porém o motorista tranca as portas e se recusa a realizar a corrida. Para o passageiro, o motorista diz que não transporta cachorros no carro.

A vítima relatou que solicitou o carro via app pois estava indo à fisioterapia, acompanhado de seu cão-guia que o ajuda no deslocamento pela cidade. O rapaz relata que perdeu a visão ainda bebê, com um ano de idade.

Após o ocorrido, a vítima foi até a Delegacia de Polícia da Pessoa com Deficiência e registrou um boletim de ocorrência. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso. O motorista será intimado para prestar depoimento. Além disso, após a empresa ser informada do ocorrido, baniu o motorista da plataforma.

A pessoa com deficiência tem o direito de embarcar com cão-guia em qualquer meio de transporte do país. É obrigatório, de acordo com a Lei Federal 13.146/2015.

 

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui