O motorista de um ônibus do transporte coletivo se apresentou na tarde desta terça-feira (24), acompanhado do advogado na Delegacia de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba. O fato foi registrado no último sábado (21), no Jardim Bonfim em Almirante Tamandaré, quando dois criminosos deram voz de assalto aos ocupantes do coletivo que faz a linha Curitiba/Rio Branco do Sul.

Ele negou que estava armado ou que tenha atirado no criminoso que realizava o roubo no ônibus. De acordo com informações repassadas pela polícia, o trabalhador teria sido arrastado para fora do ônibus e teria entrado em luta corporal com o bandido. Durante a luta o motorista teria ouvido disparos de arma de fogo, mas diz não ter visto quem seria o atirador.

Após prestar depoimento, o motorista foi liberado. Um outro motorista de ônibus que estava no coletivo, porém de folga também foi ouvido pela polícia, porém ele deverá ser ouvindo novamente.

O criminoso morreu antes da chegada do Siate.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui