Foto: Reprodução/Twitter

Segundo o jornal “Persian Independent” o regime do Talibã no Afeganistão decapitou Mahjabin Hakimi, uma jogadora de vôlei porque ela se negou a seguir as regras do grupo.

Segundo o treinador da jovem, a família foi ameaçada por integrantes do Talibã. Ainda de acordo com o “Independent” somente duas atletas conseguiram escapar do Talibã.

A Federação Internacional de Voleibol pediu esclarecimento urgente da situação das atletas da modalidade no Afeganistão.

As mulheres no Afeganistão são proibidas de praticar esportes. Um dos líderes do Talibã confirmou em agosto durante uma entrevista a uma rede de TV. Para o líder, esporte feminino é inapropriado e desnecessário.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui