Foto: Pixabay/Ilustração

Uma mulher de 50 anos identificada por Raffaela, foi presa por criar “deepfakes” para prejudicar rivais da filha na escola.

A mulher criava imagens falsas das adolescentes fumando, bebendo e até mesmo nuas, e enviava para os responsáveis da equipe de animadoras de torcida para que elas fossem expulsas. A mulher também enviava as imagens para as vítimas encorajando elas a se matarem.

A polícia começou a receber denúncias ainda ano passado, quando uma das vítimas recebeu mensagens com as fotos. Com um mandado de busca, os policiais conseguiram rastrear o número de telefone e chegaram até o endereço IP do remetente que era da casa da garota.

Em buscas no celular da mãe da garota estavam as evidências dos crimes. A filha dela não sabia das ações da mãe.

A mulher foi presa e entregue à disposição da Justiça.

O caso foi registrado em Chalfont, no estado norte-americano da Pennsylvania.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui