Reprodução/Instagram

Nesta segunda-fe9ra (01) um médico relatou que foi vítima de agressões após defender o lockdown em Toledo, no Paraná.

O médico relatou que na sexta-feira (26) ele alertou sobre os riscos se não houvesse lockdown para algumas pessoas conhecidas. Dois conhecidos partiram para cima dele, um o segurou e outro deu socos e chutes.

O infectologista ainda após fazer o relato nas redes sociais disse Baseado nos números não há mais nada a fazer, senão as coisas só piorarão”

 

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui