Foto: Oleg Magni/Pexels

A evolução tecnológica das últimas décadas permitiu que surgisse um número cada vez maior de experiências interessantes para os usuários. Hoje, já existem experiências que seriam impensáveis apenas alguns anos atrás e o futuro promete interações ainda mais incríveis.

Tempo gasto com mídias sociais é cada vez mais interativo

Segundo dados divulgados pelo site americano Famemass, as pessoas de todos os cantos do planeta passam em média 2 horas e 23 minutos por dia em redes sociais. Considerando que em 2012 elas passavam cerca de 1 hora e 30 minutos, ocorreu um aumento de quase uma hora inteira.

Atualmente, mais de 3,48 bilhões de pessoas, cerca de 45% da população, utilizam redes sociais. Dessas, 60% afirmam que estão conectadas de forma constante, enquanto 98% disseram que utilizaram redes sociais no mês anterior a realização da pesquisa.

O tempo gasto é dividido principalmente entre Facebook (58 minutos), Instagram (53 minutos) e YouTube (40 minutos), mas diversas novas redes também têm conquistado cada vez mais espaço. A meteórica TikTok cresceu de forma expressiva em 2020 e já se tornou a quarta maior rede social em número de usuários.

É simples entender o fascínio dos usuários pelas diversas redes sociais e as experiências que elas proporcionam. Os smartphones estão cada vez mais avançados e possibilitam interações orgânicas com todo tipo de emoji, filtro e acontecimento social.

Além disso, o fato de o marketing de conteúdo estar cada vez mais próximo dos usuários, incluindo aquele gerado pelos próprios dentro de plataformas com hashtags, permite que eles controlem a narrativa e determinem sobre o que realmente querem conversar e interagir.

Por exemplo, desde 2019 o Instagram já permite que os próprios usuários criem seus filtros para uso na plataforma e as lives de conteúdo não estão restritas a artistas, já que qualquer pessoa pode criar uma para falar diretamente com seus amigos e seguidores.

Considerando tudo, a experiência de utilizar uma rede social hoje em dia é completamente diferente de apenas alguns anos atrás e o futuro deve ver cada vez mais mudanças.

Foto: Tracy Le Blanc/Pexels

Experiências relacionadas ao streaming de conteúdo são cada vez mais comuns

Não são apenas as redes sociais que contam com a atenção dos usuários. Cada vez mais novas ferramentas tecnológicas têm surgido e atraído entusiastas de todas as partes do mundo.

Uma das novas experiências atuais que seriam impensáveis há poucos anos é a existência de streamings com interação ao vivo. Por exemplo, hoje em dia é possível jogar diversos tipos de modalidades de cassino como roleta, blackjack e diversas outras ao vivo pela internet.

Os entusiastas podem jogar com crupiês profissionais por meio dos seus dispositivos conectados para ter uma experiência única e imersiva que replica todo o glamour e emoção dos cassinos – tudo isso sem precisar sair do sofá de casa.

A cultura nerd também está em alta, como demonstra a última edição ao vivo da Geek City, que contou com invasões de dragões e vikings em Curitiba, assim como os diversos streams de RPG que têm conquistado o público e dado origem a novas produções por meio de financiamento coletivo.

Em terras brasileiras, o Nerdcast RPG Call of Cthulhu é um dos maiores sucessos dos últimos tempos. Com três episódios lançados via podcast com uma produção técnica impecável, o site Jovem Nerd resolveu iniciar uma campanha de financiamento coletivo para a produção do quarto episódio e de livros-jogos.

A ideia foi bem recebida pelo público, que financiou a campanha em apenas 25 minutos após seu lançamento. Em duas horas ela já havia superado R$ 1 milhão e em menos de 24 horas atingiu mais de R$ 3,3 milhões, fato que a tornou o projeto criativo de maior arrecadação da história brasileira.

Atualmente com mais de 4 milhões arrecadados, o projeto tem criado metas e aumentado as recompensas que serão enviadas para os apoiadores, como uma graphic novel e versões físicas dos livros.

O episódio será lançado no dia 25 de dezembro, mas além dele os fãs terão acesso a livros de regras para jogarem da mesma forma que os streamers e criarem suas próprias aventuras, o que proporciona um nível extra de proximidade que nunca seria possível de outra maneira.

Ainda que os valores sejam menores, o sucesso da campanha nacional experimentado pelo Jovem Nerd é muito similar ao do Critical Role. Também baseado em RPG, o programa ocorre semanalmente e conta com um elenco de dubladores profissionais que jogam partidas.

Agora em sua segunda temporada, o elenco pediu ajuda aos fãs para a criação da sequência na plataforma de financiamento coletivo Kickstarter. A campanha quebrou recordes e arrecadou mais de US$ 11,8 milhões de cerca de 88 mil apoiadores, garantindo que a animação Legends of Vox Machina seja produzida.

Além de permitirem a independência criativa dos criadores e produtores, os fãs também transformaram um programa de stream semanal em uma animação, algo que nunca havia sido feito antes na história.

Pouco tempo depois os direitos de transmissão de Legends of Vox Machina foram adquiridos pela Amazon, o que significa que o programa eventualmente será transmitido para todos os seus assinantes e aumentará ainda mais a base de fãs do Critical Role.

Futuro promete ainda mais conexão e interatividade

Com a evolução da tecnologia, o futuro promete ainda mais experiências incríveis para os usuários e os produtores de conteúdo – ainda mais considerando o lançamento e eventual popularização de tecnologias que ainda estão em seu estágio inicial, como a realidade virtual e a realidade aumentada.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui