Foto: Pixabay

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o número de casos suspeitos de coronavírus em Curitiba na noite desta terça-feira (28) subiu para 2.
Os casos são de uma mulher de 23 anos, que passou pela UPA do Boqueirão e depois foi encaminhada para o Hospital de Clínicas. O outro é um homem de 29 anos que está internado em um hospital particular da cidade.
A mulher é moradora de Curitiba, já o homem veio para a capital a trabalho.
Os dois passaram pela China recentemente e tem sintomas respiratórios. Os dois pacientes estão enquadrados na definição de quadro suspeito estabelecida pela OMS.
O Ministério da Saúde elevou a classificação de risco do Brasil para o nível 2, que significa “perigo iminente”

Em nota a Secretaria de Estado da Saúde informou

A Secretaria de Estado da Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba informam que foram notificadas dois casos suspeitos de Coronavírus no Paraná nesta terça-feira (28). Um dos pacientes é um homem de 29 anos e o outro é uma mulher de 23 anos. Ambos estão internados em isolamento, conforme o protocolo do Ministério da Saúde, com acompanhamento médico para avaliação médica e realização de exames clínicos e laboratoriais para confirmação ou descarte da suspeita da doença. O homem veio para Curitiba a trabalho, procurou assistência médica em um hospital privado e segue internado. A mulher é moradora de Curitiba, foi até uma Unidade de Pronto Atendimento e encaminhada para internamento no Hospital das Clínicas. Ambos viajaram à China nos últimos dias. Os casos estão em monitoramento.

Desde a última sexta-feira (24) a Secretaria de Estado da Saúde vem adotando medidas de prevenção e cuidados para controle do Novo Coronavírus no Paraná, assim como a  Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba. As duas secretarias informam que o Paraná não é considerado região em nível elevado de contaminação. Foi emitida uma Nota Informativa na sexta-feira (24) com recomendações para queprofissionais de Saúde adotem medidas preventivas, seguindo orientação já emitida pela Organização Mundial de Saúde e pelo Ministério da Saúde. A Nota Informativa destaca que é prudente adotar os cuidados básicos de higiene para reduzir o risco geral de infecções respiratórias agudas.

Em humanos, o Novo Coronavírus pode ser transmitido pelas gotículas respiratórias, por tosse e espirros em curta distância, sendo também transmitido por objetos contaminados. O vírus pode se disseminar no ar, afetando principalmente pessoas com a imunidade debilitada. No caso de sintomas sugestivos de doença respiratória, as pessoas devem procurar atendimentos médico e compartilhar o histórico de viagens. O período de incubação do vírus é de cerca de 2 a 7 dias, podendo chegar a 16 dias. Em casos mais leves podem parecer sintomas como os da gripe ou resfriado comum (tosse, febre e dificuldade para respirar). Casos mais graves podem evoluir para pneumonia ou síndrome respiratória aguda grave

Pacientes com suspeita de coronavírus em Curitiba:

  1. – Mulher de 23 anos. Deu entrada na UPA do Boqueirão e em seguida foi transferida para o Hospital das Clínicas.
  2. – Homem de 29 anos. Deu entrada em um hospital particular de Curitiba.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui