Um homem foi preso em São Paulo suspeito de quebrar as duas pernas do enteado, um bebê de 10 meses de idade.
De acordo com a polícia, o padrasto torturava o bebê desde setembro. A criança já estava com uma perna quebrada quando voltou ao hospital com a outra perna fraturada.
A mãe desconfiada dos parentes começou a perguntar em casa e o padrasto alegou acidente.
Um inquérito foi instaurado e foi descoberto que as fraturas aconteceram na verdade por torções.
Segundo a polícia, o casal estava tentando ter um filho, e como não conseguiam o homem ficou com ciúmes do enteado e quis descontar a frustração no bebê.
O homem foi preso.
A mãe do bebê não foi indiciada já que não sabia o que o marido estava fazendo.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui