Foto: PMPR

Após um cerco com equipes policiais militares do Verão Consciente 2020/2021 no bairro Jardim Capelista, em Antonina (PR), foi preso um homem que teria assassinado duas mulheres, de 68 e 65 anos, na manhã desta quarta-feira (06/01). A prisão foi por volta de 15 horas, após intensas buscas e monitoramento na região para evitar a fuga do autor. Detalhes da motivação e como teriam ocorridas as mortes serão apurados pelo Inquérito da Polícia Civil.

 

“Foi uma ação rápida, conjunta entre as equipes da Polícia Militar, graças ao aparato do Verão Consciente que possibilitou o cerco em terra, água e ar”, explicou o Coordenador de Policiamento de Unidade (CPU), aspirante Vasconcellos

 

As informações do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM) são de que o homem agrediu uma mulher e fugiu do local. A PM foi chamada, mas a vítima estava em óbito e o local foi isolado para preservar o cenário que seria analisado pelos peritos do Instituto de Criminalística. Pessoas passaram aos policiais militares características do suspeito e as buscas começaram.

 

A equipe policial foi até a casa da vizinha para tentar descobrir mais informações do caso, mas não houve resposta. Segundo o 9º Batalhão, um familiar da mulher chegou e entrou na residência com os policiais, sendo encontrada a vítima ferida no chão. Os bombeiros militares, que já estavam na região em apoio à ocorrência, foram acionados para prestar atendimento e a encaminharam para o hospital, onde acabou falecendo.

 

CERCO – A Polícia Militar intensificou as buscas para localizar o autor das mortes o mais rápido possível. Por terra, além das viaturas da cidade, vieram reforços de Morretes, do Serviço Reservado, da Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM) e do Batalhão de Polícia Ambiental-Força Verde (BPAmb-FV). Na água, uma equipe da Patrulha Costeira do 9º Batalhão fez o patrulhamento aquático e um helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) fez sobrevoos em toda a região, para auxiliar no trabalho.

 

Segundo o aspirante Vasconcellos, os policiais militares acabaram descobrindo o ponto exato onde o homem estava se escondendo. “Fazendo o cerco e providenciando as buscas, tivemos a informação que o possível autor havia pulado um determinado muro, nos dirigimos para lá e obtivemos êxito na abordagem e detenção dele”, explicou.

 

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui