A Polícia Civil do Paraná (PCPR) esclareceu o duplo homicídio que teve como vítima o ex-policial Samir Skandar e seu funcionário Alvari de Paula Silva, ocorrido no dia 9 de novembro de 2019, no Bairro Alto, em Curitiba.

Um suspeito foi preso na terça-feira (14), em Balneário Camboriú, no litoral de Santa Catarina. Dois outros homens estão foragidos e tiveram seus nomes incluídos na lista de procurados da Interpol (International Criminal Police Organization). Eles fazem parte de uma organização criminosa que estaria envolvida no tráfico internacional de cocaína.

O líder na organização criminosa seria o brasileiro Hernandes Oliveira da Silva, conhecido como “Mike” ou “Baixinho”. Ele e o croata Luka Maric possuem mandado de prisão preventiva e agora estão sendo procurados internacionalmente.

“Mike” e Maric também são investigados pelo homicídio do sérvio Marjan Jocic, que seria integrante da mesma organização criminosa. Seu corpo foi encontrado no dia 4 de maio deste ano, em um lago em Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba.

Outros dois homens suspeitos de envolvimento no assassinato de Jocic, foram presos temporariamente dias após o fato. Por decisão da justiça, foram soltos no início de junho deste ano e irão responder pelo crime em liberdade. As investigações apontam que eles fazem parte do grupo criminoso comandado por “Mike”.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui