PMPR Siate
(Foto: Ilustrativa)

Homem é um ex-marido possessivo e teria “criado mentalmente” que o pediatra olhou para os seios da ex durante consulta do filho, segundo a polícia. 

A Polícia Civil concluiu que um homem mandou matar o pediatra Julio Cesar dentro da clínica onde o médico trabalhava. O homem teria encomendado o crime depois de sentir ciúmes da ex-esposa durante uma consulta com o filho dele.

O pediatra, de 44 anos, foi assassinado enquanto trabalhava. Ele foi baleado na frente de pacientes e da própria esposa, que é enfermeira e trabalhava com ele.

A polícia relata que Diego, de 31 anos, é um ex-marido possessivo e que ele “criou mentalmente” que o pediatra teria olhado para os seios da ex-mulher dele.

Diego foi preso na última sexta-feira (22) e se manteve em silêncio durante a tentativa de depoimento. O delegado que investiga o caso relatou que pessoas ligadas a Diego contaram que ele tinha olheiros para ficar perto da ex-esposa e que ele não aceitaria outras relações dela.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui