(Foto: Colaboração)

O Delegado André Gustavo Feltes, da Delegacia de Explosivos Armas e Munições (DEAM), conversou com a imprensa na manhã desta segunda-feira (9) em Curitiba.

As equipes de investigação da delegacia, tentam identificar o responsável por deixar uma carteira com dinheiro e explosivo na Rua Engenheiro Ostoja Roguski, no bairro Jardim Botânico, na última sexta-feira (6). Uma mulher de 37 anos, ao ver a carteira no chão com o dinheiro, pegou o objeto que logo em seguida explodiu em sua mão.

Socorristas do Siate prestaram atendimento para a mulher que sofreu ferimentos graves na mão e pode perder um dos dedos.

O delegado não descarta a hipótese que alguém tenha deixado intencionalmente afim de gravar um vídeo como se fosse uma “pegadinha”, porém não imaginava o estrago que a carga explosiva poderia provocar. Ao perceber o tamanho da explosão, o responsável teria fugido do local.

As equipes da Polícia Científica e da Polícia Militar fizeram buscas na região tentando localizar outras carteiras ou dispositivos explosivos, mas nada foi encontrado.

Em 25 dias, deve ser divulgado um laudo explicando como foi feito o dispositivo explosivo na carteira.

A vítima não quis gravar entrevista.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui