(Foto: Flávio Barszcz/Jornal da Cidade)

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu dois casais envolvidos no latrocínio contra o taxista Adilson da Silva, ocorrido no dia 28 de março deste ano, em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba. Os quatro suspeitos tiveram os mandados de prisão preventiva cumpridos na manhã de segunda-feira (3), no bairro Boqueirão, na capital paranaense.

Silva desapareceu na noite de 28 de março, após fazer uma corrida do Boqueirão até Campo Largo, onde foi encontrado morto na madrugada do dia 29. O táxi foi abandonado na Rua Curupaiti, no bairro Santa Quitéria em Curitiba. Papiloscopistas da Polícia Civil além da Polícia Científica realizaram um pente fino no carro afim de tentar encontrar indícios de quem teria cometido o crime.

(Foto: Michael Martins/Programa 190/Rede News 24H)

Após análise de câmeras de segurança, os policiais civis identificaram dois dos autores, que confessaram o crime. Com a confissão, a PCPR também identificou o outro casal.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui