(Foto: Fabio Dias/PCPR)

A Polícia Civil do Paraná (PCPR), em conjunto com a Polícia Civil de São Paulo (PCSP), prendeu preventivamente um homem, de 44 anos, suspeito de estupro de vulnerável contra as enteadas, de 14 e 10 anos, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais. A prisão ocorreu na quarta-feira (19), em Paraguaçu Paulista, em São Paulo.

A investigação iniciou no começo de agosto, quando as meninas denunciaram à genitora que vinham sendo vítimas de abuso sexual praticado pelo padrasto. Após investigações de alta complexidade, a PCPR solicitou o mandado de prisão, que foi cumprido pela PCSP.

De acordo com as vítimas, o crime vinha ocorrendo há quase três anos. O padrasto enviava vídeos de conteúdo pornográfico e depois pedia para que elas reproduzissem as cenas com ele. O homem ainda fazia ligações de vídeo, quando viajava, para que as vítimas mostrassem os corpos.

O investigado responderá pelo crime de estupro, estupro de vulnerável e aliciamento de criança para prática de ato libidinoso. Ele foi encaminhado para o presídio de Paraguaçu Paulista.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui