A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu em flagrante um mulher de 21 anos pelos crimes de estelionato, apropriação indébita e uso de documento falso, na segunda-feira (4). A suspeita foi presa com documentos e cartões do banco em nome da irmã biológica, no bairro Eucaliptos, no município de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Uma denúncia anônima informou aos policiais civis que uma mulher estaria utilizando identidade falsa da irmã biológica com o objetivo de fraudar o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A partir de trabalho investigativo, a PCPR descobriu que a suspeita usou documentos falsos para receber o benefício de pensão por morte do pai e para contrair empréstimos em instituições financeiras com facilidade.

Em depoimento, a mulher confessou que fraudava o INSS desde 2017. Ela ainda alegou que o dinheiro era para garantir o sustento da família, uma vez que ela e outras irmãs perderam o benefício ao completar 21 anos. A única que ainda tinha direito à pensão era a irmã mais nova de 21 anos e que acabou sendo vítima dos delitos.

A suspeita está presa e à disposição da Justiça.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui