A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (13), para cumprir 23 mandados judiciais em endereços relacionados à uma associação criminosa. Os alvos da ação são suspeitos de roubos em uma madeireira na capital paranaense e uma residência na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Cerca de 80 policiais civis participam da operação. O cumprimento das ordens judiciais ocorre de forma simultânea nos bairros Boa Vista, Novo Mundo e Sítio Cercado, em Curitiba. Na RMC, os mandados estão sendo cumpridos, nos municípios de Fazenda Rio Grande e São José dos Pinhais. Dos 23 mandados, quatro são mandados de prisão preventiva, cinco são de prisão temporária e 15 de busca e apreensão.

A ação foi deflagrada após três meses de investigação, alguns dos suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas dos roubos que desencadearam a operação. Os crimes ocorreram em fevereiro e abril deste ano.

De acordo com as investigações, os criminosos, que têm entre 21 e 60 anos, agiam sempre da mesma maneira. Analisavam o local antes de praticar o crime e agiam com agressividade para com as vítimas, ameaçando-as com armas de fogo.

OS CRIMES – O roubo à madeireira aconteceu no mês de fevereiro deste ano, no bairro Xaxim, em Curitiba. Quando cerca de dois suspeitos entraram no terreno em que fica a casa do caseiro, pedindo que o cofre do estabelecimento fosse aberto. Na ocasião, os indivíduos fizeram de refém a família que estava presente e levaram R$ 3 mil, mais de R$ 30 mil em cheques e diversos aparelhos eletrônicos.

Já no roubo à residência ocorrido no dia 25 de abril deste ano, em Mandirituba, na RMC, os suspeitos agiram da mesma forma com muita agressividade e fazendo a família de refém. Os investigados levaram diversos aparelhos eletrônicos, pertences pessoais e um veículo.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui