A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (14), para cumprir 21 mandados judiciais em endereços relacionados a uma associação criminosa. Os alvos da ação são suspeitos de, pelo menos, 13 roubos a redes de grandes lojas em que há revenda de aparelhos celulares em Curitiba e Região Metropolitana (RMC).

Mais de 70 policiais civis participam da operação. Equipes a bordo no helicóptero da PCPR dão apoio para agentes que, em solo, cumprem os mandados de forma simultânea nos bairros Cajuru, Parolin e Uberaba, situados na capital paranaense, e no bairro Jardim Amélia, em Pinhais, município da RMC. Das 21 ordens judiciais, oito são mandados de prisão preventiva e 13 de busca e apreensão.

Os oito investigados com prisão decretada foram reconhecidos por vítimas de 13 roubos agravados, ocorridos em Curitiba e RMC, entre os meses de julho de 2019 e fevereiro de 2020. Os crimes foram praticados, em sua maioria, contra a mesma rede de lojas em diferentes regiões da cidade.

De acordo com as investigações, o foco da quadrilha era roubar aparelhos celulares. Os criminosos agiam sempre da mesma maneira: com agressividade. Utilizando armas de fogo, ameaçavam funcionários e clientes presentes nos estabelecimentos. Por vezes, os criminosos também “revistavam” compradores e subtraíam seus pertences e dinheiro.

Os suspeitos, com idades entre 18 e 20 anos, já contam com passagens policiais por crimes do gênero e demais antecedentes na menoridade.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui