(Foto: PMPR)

Por telefone, uma policial militar ajudou uma mãe desesperada a salvar o seu filho, de apenas um mês, que havia se afogado com o leite materno e já estava desfalecido. A situação aconteceu na localidade de Água Branca, área rural de São Mateus do Sul, no Sudeste do estado, na sexta-feira (25/10). Graças às orientações da militar estadual a criança voltou a respirar e foi encaminhada ao hospital mais próximo.

Segundo a soldado Eliane Kieski Szczerbowski, assim que ela atendeu a ligação e percebeu a gravidade da situação, solicitou que uma viatura fosse para a região, e enquanto a equipe policial estava a caminho, passou a dar as instruções para que desobstruir as vias aéreas do bebê. “Quando consegui entender que se tratava de um bebê engasgado e que era uma área rural, cogitei em pedir para a mãe ligar para o 193, mas como se tratava de uma área onde o sinal de telefone não funciona direito, pensei que se não orientasse naquele momento, não daria tempo de salvar a vida da criança”, contou a soldado.

Ainda de acordo com a policial militar, ela teve um pouco de dificuldade durante o atendimento, pois a mãe estava muito nervosa e não conseguia repassar as instruções para o tio, que estava com a criança no colo e fazia as manobras. Após alguns segundos a militar estadual conseguiu acalmar a mãe que passou as instruções ao tio conseguindo, assim, desengasgar o pequeno Augusto.

A ligação caiu e a soldado Eliane continuou tentando contato para saber se tudo tinha dado certo, quando conseguiu falar com uma vizinha, a qual relatou que a família já havia levado a criança para o hospital e que ele já estava respirando no momento que saíram de casa.

A policial militar, que é lotada na 3ª Companhia do 27º Batalhão de Polícia Militar (27ª BPM), pertencente ao 4º Comando Regional de Polícia Militar (4º CRPM), não tinha palavras para definir o sentimento de salvar uma vida. “Sou mãe, então foi muito gratificante poder ajudar. Estamos acostumados a combater o crime, mas quando conseguimos salvar uma vida, isso é maravilhoso”, contou a soldado Eliane. Posteriormente, ela foi até o hospital para conhecer o bebê e a família, que a partir de agora, faz parte da história do menino.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui