(Foto: Devanir Parra/CML)

Morreu nesta quinta-feira (16), Roberto Alves Lima Júnior, 29 anos, presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL).

Roberto estava internado na UTI do Hospital do Coração há algumas semanas. Ele sofria de lupus e estava enfrentando problemas de saúde desde o ano passado. O estado de saúde de Roberto havia piorado há alguns dias, porém ele havia melhorado. Nos últimos dias, o estado de saúde do servidor piorou muito e nesta manhã ele não resistiu.

Até o momento não foi divulgado as informações sobre o velório e sepultamento.

Nota de falecimento

A prefeitura de Londrina comunica com muito pesar a perda de um do seus mais brilhantes servidores – o presidente do IPPUL, Roberto Alves Lima Junior.

Na atual gestão, ele comandou intensos debates sobre o Plano Diretor e o Plano de Mobilidade Urbana, além de ser orientador constante das obras e planejamento feito na cidade.

Roberto tinha apenas 29 anos, era advogado pós-graduado em Direito Urbanístico e também especialista em Direito do Estado, com ênfase em Direito Administrativo. Servidor de carreira do Município de Londrina

Foi membro da Comissão de Direito Ambiental da Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção Londrina/PR.

O prefeito Marcelo Belinati decretou agora de manhã luto oficial de três dias. “Robertinho deixa a lição de que é possível conciliar firmeza, baseada no conhecimento técnico, com empatia pelos colegas e pelas necessidades dos cidadãos. Uma perda gigante para toda Londrina”, comentou.

Roberto deixa os pais Roberto e Silvana, a irmã Annie e o companheiro Christian. Robertinho foi vítima de complicações da doença autoimune lúpus. A família organiza os detalhes do enterro.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui