O pai da adolescente ficou ao lado do corpo inconformado com a morte da filha. (Foto: Plantão Maringá)

Policiais militares da ROTAM prenderam na tarde desta quarta-feira (18), um indivíduo suspeito de matar a adolescente Ingrid Vitória Julio Regina, 15 anos. Ingrid foi vítima de bala perdida disparada em uma festa clandestina em uma rua em que estavam cerca de 500 jovens em Maringá. Ingrid não participava da festa, ela estava passando em uma rua próxima quando foi atingida. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu antes de chegar no hospital.

O indivíduo preso tem 20 anos e no dia 11 de novembro se apresentou na delegacia de Maringá. Ele negou ser o autor dos disparos. Após prestar depoimento ele foi liberado já que no dia 11 já estava em vigor a lei eleitoral que proíbe prisão sem flagrante delito.

Após as eleições os policiais tentaram prender o indivíduo, porém ele havia fugido. Nesta tarde os policiais da ROTAM o prenderam e encaminharam para delegacia.

O pai da adolescente morta relatou que periodicamente acontecem essas festas clandestinas, regadas a muito álcool, drogas e confusão. Ele disse ter feita inúmeras denúncias, porém nada acontece e desta vez a filha dele foi a vítima. A residência da família é em uma chácara próximo do local onde acontecem as festas clandestinas.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui