(Foto: Michael Martins/Rede News 24h/Programa 190)

As mortes de Ladymara Gonçalves da Cruz Cordeiro e de seu marido Altair Robson Barbosa Cordeiro, no início da madrugada desta quinta-feira (12), na cidade de Campo Largo, tiveram uma reviravolta após o irmão de Ladymara se entregar na delegacia de Polícia Civil de Piraquara.

As primeiras informações davam conta que no início da madrugada houve uma discussão e a mulher teria arrumado as malas para ir embora. O marido então teria furado os pneus para que a mulher não fosse embora. Em seguida, a mulher foi assassinada a facadas na garagem da residência. Os moradores da região ainda relataram de que após o término da confusão, o irmão da vítima foi visto saindo da casa com os três filhos do casal e não foi localizado. Antes de sair da casa ele teria trocado de camiseta. A Polícia Militar foi acionada e ao chegar encontrou a mulher e o marido mortos. Uma das hipóteses que a polícia acreditava é que o rapaz ao ver a irmã sendo morta pelo marido, partiu para cima do cunhado e o matou a facadas, porém após a apresentação do irmão da vítima na delegacia a história que ele contou foi outra.

Em depoimento, o irmão de Laymara relatou que após ter se divorciado, ele foi morar com ela e seu cunhado Altair. Ele contou que se desentendia frequentemente com Altair e teria planejado a morte do casal. Durante a madrugada ele teria assassinado a irmã e seu cunhado e na sequencia fugido com os três sobrinhos, filhos do casal morto.

Antes de fugir, ele teria furado os pneus do carro que estava na garagem, para que a polícia acreditasse que teria sido uma briga de casal que terminou em morte.

Ele segue detido na Delegacia de Piraquara.

 

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui