O suspeito de matar a jovem Layane Aparecida Silva, 19 anos, teria convidado várias garotas para ir até o matagal onde Layane foi encontrada morta na segunda-feira (20), em São José dos Pinhais.

As jovens relataram nas rede sociais que receberam convite do suspeito, de ir até o local para conversar, porém, elas teriam negado o convite.

Layane conhecia o suspeito, e em um aparelho celular que a vítima utilizou, foram encontradas mensagens do suspeito chamando ela para ir até o local.

Nesta terça-feira (21), após a polícia ter conhecimento das mensagens trocadas entre o suspeito e a vítima, realizou diligências e conseguiu encontrar o rapaz. Ele foi conduzido para a Delegacia da Mulher para prestar depoimento e teria confessado o crime.

Uma câmera de segurança da região registrou o momento em que o suspeito retornava para casa após cometer o crime já na madrugada de domingo (19). Ele caminha cambaleando pela rua.

Após ele ser ouvido na delegacia, já permaneceu preso pois a juíza de plantão expediu um mandado de prisão contra ele.

O crime

Na manhã de segunda-feira o corpo foi encontrado em um matagal no bairro Afonso Pena. O corpo estava parcialmente queimado e somente com sutiã. A polícia acredita que ela tenha sido abusada sexualmente antes de ser assassinada.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui