O Núcleo de Concursos da Unidade Federal do Paraná emitiu um comunicado às 5h42 da manhã deste domingo (21), informando que o Concurso Público da Polícia Civil do Paraná está suspenso.

Veja o comunicado emitido:

Concurso Público
Polícia Civil do Estado do Paraná
Edital n° 002/2020

Considerando que, na última checagem realizada na madrugada de 21 de fevereiro de 2021 em observância ao seu protocolo de integridade, o Núcleo de Concursos da UFPR denotou a ausência de requisitos indispensáveis de SEGURANÇA para a aplicação das provas do Concurso Público em todos os locais previstos na capital e nas cidades da Região Metropolitana de Curitiba/PR, o que poderia colocar em risco a integridade das avaliações e o tratamento isonômico dos candidatos, bem como a saúde e a biossegurança de todos os envolvidos na realização das provas para o provimento de cargos públicos de Delegado de Polícia, Investigador de Polícia e Papiloscopista, comunica-se – por cautela e com urgência – a SUSPENSÃO da aplicação de todas as provas previstas para o dia 21 de fevereiro de 2021 e o seu ADIAMENTO para outra data a ser oportunamente informada.
Informações complementares serão disponibilizadas na página do Núcleo de Concursos da UFPR. 

Respeitosamente,
Núcleo de Concursos da UFPR
Curitiba, 21 de fevereiro de 2021.

A Polícia Civil do Paraná emitiu uma nota pública sobre a situação:

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) informa que, assim como os candidatos, também foi surpreendida, na madrugada deste domingo (21/02/2021), acerca da decisão tomada pelo Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC-UFPR) de suspender a aplicação das provas agendadas para esta data.

A PCPR informa, ainda, que imediatamente encaminhou ofício ao NC-UFPR requisitando os motivos ensejadores da medida adotada pela Banca contratada, pois, até então, era reportado por esta sobre a plena viabilidade de aplicação dessas provas. A retomada do andamento desse concurso é muito aguardada pela Instituição Policial Civil e pela sociedade paranaense, na medida em que visa a recomposição urgente do deficitário quadro de servidores para atender as demandas de área essencial, que é a segurança pública.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui