(Foto: Cristiano Vaz/Programa 190)

Uma viatura da Guarda Municipal de Curitiba, que estava no Passeio Público, foi atingida por um disparo na madrugada desta sexta-feira (17).

Após o atentado, as forças de segurança receberam um áudio que a ordem para atentar contra a vida de agentes da segurança pública, veio de dentro do Centro de Detenção Provisória (CDP), em que um dos detentos ordenou para que seus subordinados efetuem disparos contra viaturas e matem agentes da segurança pública.

O motivo seria a morte de um adolescente que estava em um carro roubado que confrontou policiais militares no bairro Tatuquara em Curitiba.

Apesar da viatura ter sido danificada pelo disparo, ninguém ficou ferido. Os guardas relataram que criminosos em um sedan de cor preta passou pelo local e efetuou três disparos. Eles conseguiram fugir e não foram localizados.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui