(Foto: Mariano Gomes/147 News)

Após quatro horas de buscas, a Polícia Civil de São José dos Pinhais, com apoio da Guarda Municipal, Força Nacional, Polícia Científica e Corpo de Bombeiros, localizaram na tarde desta quarta-feira (3), o corpo de Maria Elena de Jesus, 22 anos.

O corpo foi encontrado na Estrada Velha da Graciosa, com ajuda de Leonardo, autor confesso do crime e seu irmão Ricardo, que teria ajudado a levar e abandonar o corpo.

Maria desapareceu dia 12 de janeiro após ir para um churrasco na casa de Leonardo. Maria estava ‘ficando’ com ele e durante o churrasco, a jovem teria dado um selinho em uma amiga que irritou Leonardo e causou uma discussão.

O clima do churrasco mudou e mais tarde, Leonardo teria dado um “mata-leão” e estrangulado Maria até a morte. De acordo com o depoimento dado por Leonardo, após matar a jovem ele teria ido cheirar cocaína junto com alguns amigos. Após o fim do churrasco, Leonardo com ajuda de Ricardo colocaram o corpo de Maria no carro e levaram até a Estrada Velha da Graciosa onde abandonaram o corpo.

Desde então a Polícia Civil iniciou a investigação e a família da jovem auxiliou repassando informações para os policiais. Na tarde de terça-feira (2), os familiares de Maria realizaram uma manifestação próximo da residência da mãe de Leonardo e a situação saiu de controle. O carro de Leonardo foi incendiado.

(Foto: Franklin de Freitas/Bem Paraná)

Leonardo se apresentou na manhã desta quarta-feira (3) na 1ª Delegacia Regional de São José dos Pinhais. Já Ricardo que deverá responder por ocultação de cadáver estava desaparecido.

No início da tarde as equipes foram até a Estrada Velha da Graciosa com Leonardo. Após algumas horas de buscas sem sucesso, Ricardo foi preso e levado de encontro com as equipes. Ricardo teria indicado onde estava o corpo.

(Foto: Franklin de Freitas/Bem Paraná)

Mais informações em breve.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui