Advogado Nilton Ribeiro conta detalhes de como Maria Elena foi assassinada. Foto: Franklin de Freitas/Bem Paraná

O advogado Nilton Ribeiro de Souza que representa a família de Maria Elena, afirmou que Leonardo confessou para a Polícia Civil que assassinou a jovem estrangulada com um “mata-leão”.

Leonardo se apresentou na manhã desta quarta-feira (3) na 1ª Delegacia Regional de São José dos Pinhais. O advogado Nilton Ribeiro acompanhou o depoimento e relatou que Leonardo contou os detalhes do crime e que o depoimento do rapaz foi extremamente frio. Após matar a jovem Leonardo ainda teria ido cheirar cocaína.

A motivação do crime, seria que Maria Elena teria tentado dar um selinho em uma amiga no churrasco e que teria despertado a fúria de Leonardo. Após matar a jovem na casa, ele deixou o corpo ali e foi com amigos cheirar cocaína. Após o fato, Leonardo teria colocado o corpo de Maria Elena no carro e deslocou até a serra do mar, onde abandonou o corpo.

Os bombeiros irão acompanhar o comboio da polícia que deve sair nesta manhã da Delegacia para localizar e resgatar o corpo da jovem.

Mais informações em breve.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui