A Polícia Civil do Paraná (PCPR) através da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), esclareceu o caso da morte de Renato Pianaro, 57 anos, homicídio que ocorreu no dia 21 de junho deste ano. A vítima foi encontrada em casa, localizada no bairro Pilarzinho, em Curitiba, com os pés amarrados. Um homem de 42 anos, suspeito do crime, foi preso no dia 19 de outubro, no bairro Hauer, na Capital.

Segundo relato de testemunhas, a vítima e o suspeito estiveram juntos na noite que antecedeu o crime para consumir drogas e bebida alcoólica. Após o crime o suspeito teria fugido e não foi mais visto.

De acordo com o laudo de necropsia a morte foi causada por ferimentos na cabeça, produzidos por ação contundente.

Ao ser abordado em via pública pela Polícia Militar do Paraná, o suspeito não esboçou reação. Em depoimento ele também preferiu ficar em silêncio. Durante a coletiva de imprensa ele confessou a autoria do crime. Ele disse que era amigo da vítima há 30 anos e que devido o consumo de drogas e bebidas houve um desentendimento e ele acabou matando a vítima.

O indivíduo já tem antecedentes criminais por procedimentos da lei Maria da Penha, ameaça e furto. Ele continua preso e está à disposição da Justiça.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui