O empresário Cristiano Mocellin que se envolveu em um atropelamento fatal na noite desta sexta-feira (16), foi liberado da Delegacia de Delitos de Trânsito, onde havia sido encaminhado após o fato.

Cristiano seguia pela Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, no Campina do Siqueira, quando acabou atropelando a idosa Elenita Pereira, 65 anos. A idosa havia acabado de sair de um lar onde trabalha e tentou atravessar a via, quando foi atingida pelo veículo Land Rover conduzido pro Cristiano.

O Siate foi acionado, mas a idosa sofreu várias fraturas pelo corpo e não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito no local.

A Polícia Militar de Trânsito esteve no local e tentou realizar o teste do bafômetro, mas Cristiano se negou a realizar o teste. No boletim da Polícia Militar, foi anotado que ele não apresentava sinais de embriaguez.

Cristiano foi encaminhado para a Delegacia de Delitos de Trânsito e após prestar depoimento ao delegado de plantão, foi liberado e agora aguarda o inquérito da Polícia Civil que já foi instaurado.

O advogado Lincoln Domingues que representa Cristiano, disse em nota enviada ao programa Tribuna da Massa, que o empresário Cristiano Mocellin lamenta profundamente o acidente ocorrido na noite da última sexta-feira (16) e está consternado e prestará todo apoio a família da vítima. Cristiano esclarece que não se submeteu ao exame do bafômetro por não ter ingerido bebida alcoólica, e em razão disso nenhum termo de constatação de embriaguez foi emitido pela autoridade policial. O empresário esclarece ainda que é falsa e caluniosa a informação de que ele teria tentado se evadir do local. Ao contrário, ele parou imediatamente, aguardou o atendimento e se submeteu a todos os procedimentos de praxe. Cristiano está a disposição das autoridades para prestar todas as informações necessárias para esclarecer o lamentável acidente que tirou a vida da dona Elenita Pereira.

Na manhã deste sábado (17), a Polícia Civil percorreu o trecho da via onde o acidente foi registrado buscando imagens de câmeras de segurança para apurar a velocidade em que seguia o veículo e a cinemática do acidente.

O corpo de Elenita foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Curitiba.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui